Sol e Marte em quadratura com Urano

Por Aline Camargo, Agente 76

Vem de um crescente, sua exatidão é hoje às 22h36 (br) 01h36 (ut), Marte em quadratura com Urano. Essa precisão do encontro é como o romper com pensamento dentro de um quadrado, com seus ângulos de 90° estáticos e o desafio é atravessar de um modo seguro ou pelo menos, com baixo risco de danos.

Esse encontro desperta a precipitação, fica um ar irritado, a sensação que algo está por um fio ou um toque. Ao mesmo tempo em que há um desconforto em construir limites, há a percepção das mudanças e novos contornos se apresentando.

Já na quinta 20/07 às 21h25 (br) 00h25 (ut), o Sol se apresenta entrando em conjunção com Marte e se juntando a quadratura Urano – marte. Se antes já havia o desconforto agora se soma ao encontro imprevisibilidade na necessidade de atravessar e descobrir algo novo ou no mínimo diferente.

Romper com autoridades ou leis impostas pode ser uma das inquietações, se há contornos que não representam seus interesses é um catalizador de intenção esse encontro. Mas, o interessante é travessar tensões da melhor forma possível, onde ao atravessar se consiga sair o mais inteiro possível.

A construção dos dias que seguem por essa semana desenha um traço crescente, quente, sinuoso, propenso a adversidades, mas sem duvida alguma, dentro de uma tensão que pode se manifestar ora em instantes de uma grande apatia, ora uma desconstrução da confiança, como picos de irritabilidade que podem gerar marcas profundas.

Outro caminho desses encontros é a tensão que provoca o medo de sermos castrados de viver em imanência, presos por ações que nos tiram a liberdade. Que podem ser apresentados, por exemplo, pela fria face da censura.

São tensões, provocam o corpo todo – do micro ao macro, onde há desgosto com o entorno é necessário o movimento, não ficar apático como se parado fosse a melhor forma de atravessar.

É com a provocação desse encontro que podemos sair dessa apatia e buscar nossos limites e ideias, formas, representantes que não desconstruam nossa vida.

Pode ser dentro de um relacionamento, pode ser dentro do espaço de trabalho, pode ser consigo, tente não virar a própria granada e adoecer, mas não evite o passo e encontre onde é possível construir base para transformar, derrubar, implodir…, ou que for necessário para seguir.

Afinal, há um incômodo entre esferas, como formas de poder e ações que podemos ter. Um abuso em ações arbitrárias que estão tocando o limite do imprevisível já, por isso usar dessa tensão e atravessar todo esse estado delicado e explosivo da forma mais leve que se consiga encontrar é um bom começo.

Mas, enquanto essa semana durar evite a apatia. Só não faça isso de uma forma que implique em violência, atravesse.

– Marte 28°25’ de Câncer quadrado Urano 28°25’ de Áries

– Sol 28°25’ de Câncer quadrado Urano 28°27’ de Áries

Por Aline Camargo, Agente 76

Perfil e Contatos da Agente 76

Imagem: Nele Azevedo – Monumento Mínimo.